Christian Moueix amplia seus domínios na margem direita de Bordeaux!

  • Luiz Cola
  • 26/set/2017
  • 0 Comentários

Não são apenas os chineses que estão fazendo importantes aquisições de vinhedos pela França. Christian Moueix, proprietário de inúmeros châteaux em Bordeaux (La Fleur-Petrus, Trotanoy, Hosanna, entre outros)e também no Napa Valley (EUA), acaba de acrescentar aos seus domínios, duas novas propriedades na margem direita de Bordeaux (St-Emilion e Pomerol). Adquiridos da multinacional francesa Société Générale, ela incorpora agora ao seu portfólio, o Clos La Madeleine e o Château Magnan La Gaffelière, ambas em Saint-Emilion.

De acordo com os analistas, a propriedade Clos La Madeleine é a grande pérola desse negócio. Localizada dentro do Château Bélair-Monange, seus 6 hectares de vinhas estão numa localização muito privilegiada, com um terço delas plantadas no planalto de calcário de St. Emilion, um terço na encosta de argila voltada para o sudoeste e o restante sobre o sopé da encosta argilosa.

Christian Moueix podando algumas de suas preciosas vinhas

Segundo Moueix, essa propriedade fez vinhos muito bons nos últimos anos, mas ele acredita que há potencial nessa parcela para melhorar ainda mais. O vinhedo atualmente é composto pelas castas Merlot e Cabernet Franc (em menor escala) e o vinho é envelhecido em barricas de carvalho 100% novas, uma prática que certamente mudará nas mãos de Moueix, provavelmente sendo reduzido para algo em torno de 40 a 50%.

A outra aquisição, o Château Magnan La Gaffelière é possui 30 hectares e fica situado entre os châteaux Grand Mayne, Laroze e Yon-Figeac, no lado oeste de Saint-Emilion, descendo a colina onde a terra é predominantemente formada por cascalho e terra arenosa. Assim como no Clos La Madeleine, a intenção de Moueix é continuar vinificando-o em separado por mais alguns anos, antes de estabelecer um posicionamento definitivo para o futuro dessas áreas.

Fonte: adaptado e traduzido de Wine Spectator

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO