Cuidado com a catapora!

  • Ilvan Filho
  • 06/set/2018
  • 0 Comentários

Oi, galerinha! Sabia que setembro é o mês de se prevenir contra a Varicela, ou Catapora, como é mais conhecida essa doença, considerada uma das mais comuns na infância? E que as pessoas costumam contrair catapora no inverno, pois a concentração de pessoas em ambientes fechados aumenta por causa do frio?

A infectologista Martina Zanotti, do SIS Vacinas, conversou comigo sobre a essa doença e suas formas de contágio e prevenção. E eu estou trazendo informações preciosas para vocês no meu Blog.

Segundo a Dra. Martina, a Catapora pode ser altamente contagiosa para aqueles que nunca foram acometidos por ela antes, ou para os que não receberam a vacina. No entanto, uma vez exposta à doença, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Pelo menos isso! Imunidade eterna! Mas ninguém quer ficar com o corpo pintadinho e com bolhas, como é a forma de manifestação da doença, né?

A Dra. Martina explica que a catapora é caracterizada principalmente pelo surgimento de bolhas vermelhas na pele, espalhadas por todo o corpo, que causam coceira e outros sintomas. Ela adverte sobre a gravidade, especialmente em bebês, adultos e pessoas com sistema imunológico debilitado.

A sua orientação sobre a melhor maneira de prevenir é com a administração da vacina contra a Catapora, pois a doença é de fácil transmissão, por meio do contato com o líquido da bolha ou por meio de tosse ou espirro. Mesmo aqueles que estão infectados e não apresentam os sintomas da doença podem transmiti-la.

É causada pelo vírus varicela-zóster, um integrante da família do herpes-vírus.  “E quando alguém é acometido pela catapora, a doença demora de 10 a 21 dias pra se manifestar, e o que preocupa é que as pessoas podem então transmitir o vírus a partir de um ou dois dias antes da doença irromper na pele, explica a Dra. Martina. E a infectologista adverte sobre o fato de o risco do contágio permanecer enquanto as bolhas incrustadas estiverem presentes no corpo do doente, podendo fazer a doença se espalhar para outras pessoas.

Um besouro e a Catapora

Para você conhecer um pouco mais sobre a Catapora de maneira divertida, acesse o meu livro “O Besouro Catapora”, no link: https://issuu.com/ilvanfilho/docs/o_besouro_catapora.

É um presente meu para você leitor!!! Esse foi o segundo livro que escrevi. Além de falar da Catapora de forma divertida e lúdica, o livro traz advertências sérias da Dra. Martina Zanotti, e dos profissionais do SIS Vacinas, acerca da Catapora. E também fala do Bullying, um problema de ordem comportamental muito sério. Vale a pena conferir!

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO