Warren Buffet: Isto é Pelé

  • 15/out/2018
  • 0 Comentários

Por Bharbara Pretti Dalla Bernardina;

Warren Edward Buffett é um investidor e filantropo americano, além de ser o principal acionista, presidente do conselho e diretor executivo da Berkshire Hathaway, companhia sediada em Omaha, no Nebraska, nos Estados Unidos, que supervisiona e gere um conjunto de empresas subsidiárias. Buffett usou a amplitude de rendas gerada nas operações de seguros da Berkshire Hathaway para financiar os seus investimentos. No começo de sua carreira com a Berkshire, ele concentrou-se em investimentos de longo prazo em ações cotadas na bolsa, sendo mais conservador dentro do mercado de ações.

Nos dias atuais, Berkshire possui uma vasta gama de empresas, incluindo ferrovias, empresas de produção de doces, aspiradores de pó, vendas de joias, jornais, lojas, artigos de decoração, enciclopédias, fabricação e distribuição de uniformes, bem como vários serviços públicos de gás e energia elétrica.

A genialidade de Buffet é o primeiro ponto que se destaca. Os 86 bilhões de dólares de Buffet e o fato de sempre ter morado no mesmo lugar, na mesma casa, sem ostentar e mantendo qualidade de vida. De certo, esta é uma boa forma de “manter os pés no chão” mesmo com todo sucesso e dinheiro do mundo.

A filosofia de Buffet é extremamente interessante, parece com a velha história da lebre e do coelho. Nessa parte retirada do capítulo, podemos entender bem: “Ele é tão avesso à ideia de tentar lucrar com subidas de curto prazo que aconselha outros investidores a ‘comprar suas ações como se a bolsa fosse ficar fechada por dez anos”, pois mostra a inteligência de alguém que chegou aonde chegou, e de fato, nada que é duradouro se conquista com velocidade.

Nessa seara, consigo enxergar a visão de Buffet em diversas pessoas que podem ser classificadas no perfil “investidor conservador” que diz respeito às pessoas que investem com maior cautela, menor risco e, por consequência, menor rentabilidade, porém tem sempre mais segurança e tranquilidade do capital que possuem.

Um estudo feito nos EUA com 66 mil investidores, entre 1991 e 1996, concluiu que a média das pessoas trocava 75% do portfólio de ações a cada ano, o que fica muito claro que a postura da maioria é exatamente contrária a de Buffet, daí talvez, essa montanha russa de ações e trocas, o que no final acaba por não tornar ninguém rico. Portanto, aquele que não valoriza seu próprio dinheiro não valoriza sua própria estabilidade financeira.

Por fim, Buffett possui inúmeras táticas e dicas para os que decidem investir no mercado de capitais como ele, porém existe um problema: as táticas dele podem não servir para todos. De fato, só se pode brincar com o mercado quando se tem o capital líquido que Buffet tem. Não é à toa que a frase “isso é Pelé” é usada, em comparação ao gênio do futebol, à frente de todos da sua época, como de fato Buffett é no campo do mercado de ações.

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO