Adeus “bouchonée”! Nova tecnologia promete o fim do cheiro de rolha nos vinhos…

  • Luiz Cola
  • 16/maio/2016
  • 3 Comentários

A Corticeira Amorim, empresa portuguesa que ocupa o posto de maior produtora de rolhas de cortiça do mundo, investiu 10 milhões de euros para desenvolver uma tecnologia inovadora capaz de detectar em até 20 segundos a presença de TCA nas rolhas de cortiça.

Como a maioria dos enófilos bem sabe, o malfadado TCA (2,4,6 Tricloroanisol) é o responsável pelo desagradável “cheiro de rolha” nos vinhos cuja cortiça foi contaminada por ele. Presente na natureza, o TCA pode aparecer na madeira, no vinho, na água, no solo, em frutas, legumes e, é claro, na cortiça.

Batizada de NDTech, a nova tecnologia de ponta desenvolvida pela Amorim possibilita uma grande revolução no controle de qualidade nas linhas de produção das rolhas de cortiça, introduzindo um sistema de triagem individual baseada em cromatografia gasosa, uma das análises químicas mais sofisticadas do mundo, de maneira muito mais rápida que a atual.

Enquanto a análise de cromatografia gasosa padrão consome longos 14 minutos, o NDTech consegue reduzir esse tempo de análise para menos de 20 segundos, tornando seu uso viável na escala das linhas de produção da Amorim.

Graças a esse novo sistema, a corticeira vai poder oferecer ao mercado rolhas de cortiça natural com garantia contra a presença de TCA. A nova tecnologia será inicialmente aplicada apenas nas rolhas naturais premium da Corticeira Amorim, destinadas para vedar algumas das marcas de vinho mais importantes do mundo.

Fonte: Observador.pt

Publicidade

3 COMENTÁRIOS

  • Nilson Cesar - 17 de maio de 2016 às 11:39

    Um ótimo passo evolutivo.
    Uma boa reação da empresa, frente ao avanço dos novos tipos de fechamento, como os screw cap.
    Sem dúvida, o aspecto romântico da tradição de sacar um rolha, é das partes boas do universo do vinho e preservá-la uma obrigação!
    Abraço!

  • MARIO DUTRA AREOSA - 18 de maio de 2016 às 13:09

    Ótima notícia para os apreciadores.

  • Luis Nascimento - 31 de julho de 2016 às 12:33

    Melhor que o Campeonato da Europa. Grande orgulho e imensos parabens.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO