Brasileira será candidata à presidência da OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho)!

  • Luiz Cola
  • 21/mar/2018
  • 0 Comentários

A enóloga Regina Vanderlinde, que atua como delegada brasileira na OIV desde 2001, teve sua candidatura proposta pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, como representante oficial do país, na eleição marcada para o próximo dia 6 de julho. Essa é a primeira vez que o governo brasileiro faz uma indicação ao cargo de presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), sediada em Paris.

Regina Vanderlinde é doutora em Enologia pela Universidade de Bordeaux e faz parte do corpo docente da Universidade de Caxias do Sul. Na OIV, participa de Comissões e Grupos de Trabalho no Comitê Executivo e na Assembleia Geral da entidade. Em 2012, assumiu o posto de secretária científica da Subcomissão de Métodos de Análises da organização, sendo a primeira representante do Brasil a ocupar cargo na organização.

Entre as propostas para a OIV, Regina Vanderlinde defende a construção de um modelo de comércio internacional baseado na legalidade e na transparência. Segundo a especialista, o objetivo é obter a adesão de novos membros para a entidade a fim de que cresça mais. “Vou trabalhar para inspirar a confiança do consumidor, valorizar o vinho e aumentar o retorno econômico de quem vive da atividade”.

Entre seus objetivos, está ainda atuar junto ao Codex Alimentarius no caso de limites dos aditivos e coadjuvantes de tecnologia de fabricaçāo, para o desenvolvimento de novos padrões internacionais, a fim de melhorar as condições de desenvolvimento e comercialização de produtos vitivinícolas. Sua candidatura é apoiada também pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Fonte: Mapa

 

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO