Volta ao mundo através do vinho: a Ribera del Duero!

  • Luiz Cola
  • 27/ago/2018
  • 0 Comentários

Localizada a cerca de duas horas de carro de Madri (na direção norte), a Ribera del Duero divide com a Rioja, o prestígio de produzir os melhores vinhos tintos da Espanha. Não é por acaso que nessa região se elabora o vinho mais emblemático e conhecido do país: o mítico Vega Sicilia!

Como alguns já devem ter imaginado, a origem do nome “Ribera del Duero” deriva de sua localização, às margens do rio Duero (que ao entrar em solo português altera sua grafia para “Douro”, batizando também outra famosa zona vinícola).
Apesar da região se estender por mais de 100 km no sentido leste-oeste (de San Esteban de Gormaz a Quintanilla de Onésimo), o “coração” da Ribera del Duero pode ser percorrido dentro de uma distância bem menor (uns 50 km, ida e volta).

Começando a viagem em Penafiel, podemos seguir na direção das vilas de Pesquera del Duero e Valbuena del Duero, antes de chegar a Quintanilla de Onésimo. Retornando pela estrada N-122 até Penafiel, passaremos bem na frente das bodegas Arzuaga (dotada com um excelente restaurante e hotel 5 estrelas) e Vega Sicilia (que infelizmente não está aberta aos visitantes).

Vinhas da Vega Sicilia conduzidas na forma de cálice

Seguindo esse circuito, além de passarmos pelos melhores vinhedos da região, poderemos visitar algumas das mais importantes vinícolas da Ribera del Duero: Protos (Penafiel), Tinto Pesquera e Emilio Moro (Pesquera del Duero), Matarromera (Valbuena del Duero) e Domínio de Pingus (Quintanilla de Onésimo).

A pequena vila medieval de Penafiel é a melhor escolha para se hospedar na região. Dali podemos alcançar rapidamente as demais localidades vinícolas do entorno e apreciar sem cansaço a vista de seu imponente castelo em forma de navio.

A moderna ampliação da Bodegas Protos vista do alto do Castelo de Penafiel

Se visto de baixo o Castelo de Penafiel já oferece um visual magnífico, o que dizer então da paisagem em 360° que pode ser admirada do alto de suas muralhas. Isso sem falar no moderníssimo museu do vinho instalado em seu interior, que oferece uma rica experiência sensorial e história sobre a produção de vinhos na região. Imperdível!

Hotel AF Pesquera (Penafiel)

Onde ficar:
Em Penafiel, duas opções de hospedagem merecem destaque: o moderno Hotel AF Pesquera e o Hotel Convento Las Claras, uma histórica construção religiosa convertida para receber turistas. Se o desejo for acordar cercado por vinhedos, a melhor opção é o Hotel & Spa da Arzuaga.

Onde comer:
Para aqueles que desejarem conhecer a culinária local, nada melhor que experimentar um dos assadores da região para saborear um legítimo chivito (cabrito) ou cordeiro na brasa. O Asador Molino de Palacios é um dos mais conhecidos. Nem preciso dizer que esses pratos combinam perfeitamente com os poderosos tintos nascido ali. Quem não quiser se aventurar nesses sabores mais rústicos, poderá encontrar pratos mais refinados e leves nos restaurantes dos hotéis AF Pesquera e Arzuaga.

Vinhos para beber e comprar:

Pesquera Condado de Haza Crianza 2010 (R$191,57 – Mistral)

Protos Reserva 2011 (R$289,00 – Wine)

Arzuaga Navarro Crianza 2015 (R$307,40 – Decanter)

Pingus PSI 2012 (R$366,63 – Mistral)

Vega Sicilia Único 2007 (R$3.607,43 – Mistral)

 *Texto publicado originalmente na coluna “Vinhos e mais vinhos” na Revista AG do Jornal A Gazeta (26/08/18).

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO