De quase médico a arquiteto

  • Renata Rasseli
  • 02/out/2016
  • 0 Comentários

Texto: Benahia Figueiredo

O arquiteto e urbanista Sérgio Caus comemora os cinco anos do seu escritório de arquitetura em grande estilo, com o projeto do Loft Contemporâneo da Casa Cor 2016, inspirado no casal de médicos Paulo e Karla Lessa. “A Casa Cor tem seu peso e valor. Assinar o loft, que é um ambiente completo, demonstra um grau de evolução da minha carreira”, diz. Foto: Mônica Zorzanelli
O arquiteto e urbanista Sérgio Caus comemora os cinco anos do seu escritório de arquitetura em grande estilo, com o projeto do Loft Contemporâneo da Casa Cor 2016. Foto: Mônica Zorzanelli

O arquiteto e urbanista capixaba Sérgio Caus, 35 anos, tinha tudo pra ser um médico de renome mas preferiu seguir seu coração. Nascido em uma família de médicos, embarcou para Argentina, onde cursou Medicina por três anos, até decidir tomar outra direção. “Sempre quis fazer arquitetura. Lá em casa a gente tem espírito de construção, vive reformando e eu sempre ficava por conta das obras”, relembra. Sérgio começou a vida profissional mais tarde. Se formou em arquitetura aos 30 anos, investiu em uma  pós-graduação em design de interiores e light design e já cravou seu nome entre os profissionais mais respeitados do Estado. Prova disso é que seu  Loft Contemporâneo para a Casa Cor 2016, inspirado no casal de médicos Paulo e Karla Lessa, é um dos ambientes que mais chamam atenção na mostra de decoração, design e arquitetura. “O boom da minha carreira foi quando fiz minha primeira Casa Cor, em 2013”, confessa.

Casa Cor 2016

Sérgio comemora em 2016 os cinco anos do seu escritório de arquitetura. “Desde a faculdade sempre programei minhas coisas e projetei meu futuro. Abri mão de tudo e foquei no que eu queria”, conta. Em 2013 o arquiteto foi o responsável pelo Lounge Gourmet da Casa Cor, uma vitrine e tanto para quem estava apenas começando a carreira. “De lá pra cá não parei mais”, diz. Ao terminar a mostra de 2015, Sérgio já estava pensando no projeto deste ano. “Queria fazer algo diferente para comemorar os cinco anos de trabalho”, diz. Entre os pontos altos dos seus projetos estão a iluminação e a marcenaria. “Esses dois são os diferenciais do meu trabalho, adoro fazer testes e inovar nessas áreas”, destaca.

Trajetória

O arquiteto já expande seus negócios para além do Estado. Em Barreiras, na Bahia, ele já é responsável por vários projetos residenciais e até comerciais. Por aqui, casas noturnas, restaurantes, galeria de lojas e clínicas, como o novo Instituto Lessa, levam sua assinatura, além de estar presente na maioria das mostras de decoração, arquitetura e design do Espírito Santo. Após cinco anos de dedicação e muito estudo, Sérgio agora colhe os frutos de quem desistiu de uma caminho óbvio para família para se jogar de cabeça em uma nova estrada. “Quero sentir e viver o que estou fazendo agora. Hoje executo e vivo o que já tinha pensado logo quando iniciei a faculdade”, finaliza.

PAPO COM ZZ

1. Não saio de casa sem: perfume

2. Abro um sorrisão quando: alguém chega perto de mim, sempre recebo com um sorriso

3. Viagem dos sonhos: Egito

4. Viagem que virou realidade: Disney

5. A música: Não tenho uma preferida, o que tocar eu curto

6. O livro: “O Segredo”, de Rhonda Byrne

7. O filme: “Evita”, com Madonna, me faz lembrar da temporada na Argentina

8. Festa boa tem: vodca

9. Moda é: aquilo que te representa

10. O lugar do ES: minha casa em Santa Teresa

Publicidade

0 COMENTÁRIOS

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO